BLOG NOVO: CONTOS DO ICAL

terça-feira, 2 de abril de 2013

Nunca é tarde para ser feliz - Jorge da paixão





Nunca é tarde para ser feliz
Autor: Jorge da Paixão

Era uma vez uma flor-de-lis que morava em um matagal lá na beira da estrada.
Ela vivia muito triste, porque era desprezada maltratada e humilhada. As pessoas
que passavam pelo acostamento, lhe cuspiam e até lhe escarravam. Os cachorros faziam xixi em cima dela.
Do outro lado da estrada tinha um jardim maravilhoso, cheio de flores perfumadas:
rosas vermelhas, amarelas, brancas,  e também violeta, dália, jasmim, margarida lírio
etc. Quando o Sol despontava no horizonte era um verdadeiro festival naquela luxuoso
jardim.  Um sedutor beija-flor aparecia beijando todas as flores com carinho e alegria,
que até o jardineiro ficava com ciúme. Os passarinhos em alvissaras cantavam lindas
melodias. Lindas flores se abrindo perfumando o ambiente, era um verdadeiro paraíso...
A pobre da flor-de lis abandonada, assistia a tudo sem poder se manifestar.
O beija-flor quando passava nem para ela olhava, era uma verdadeira humilhação !
A coitada da flor-de-lis só tinha uma amiga que quando passava para ir para o labor,
parava um pouco e conversava com ela, era uma formiguinha que lhe contava as
novidades do formigueiro e as violências praticadas pelo tamanduá, um verdadeiro
absurdo... Mas, lhe confortava com palavras dóceis de esperanças.
Um certo dia numa manhã de primavera, um poeta que passava se dirigindo ao
jardim para conversar com as flores, olhou para o matagal  e se encantou com a beleza 
daquela flor-de-lis abandonada pelo destino: imediatamente ele se apaixonou e do
matagal lhe arrancou e levando para seu lar, em um jarro á colocou, aonde feliz ela ficou sorrindo para ele...

Nenhum comentário: